Prefeito eleito Thales Gabriel concede coletiva de imprensa

Ele fala sobre o problema enfrentado com a transição do cargo com a atual administração

03 NOV 2016   |   Por Jornalismo  |   18:09

Em coletiva com a imprensa, o prefeito eleito Thales Gabriel, juntamente com o vice Dr Davi, falou ontem (3) na sede do Sincomerciários, em Cruzeiro, sobre o problema que vem sendo enfrentado com a transição do cargo com a atual administração e também sobre a contratação de empresa privada para administração da Santa Casa de Cruzeiro.

“Foi realizado o processo de transição, delimitando quem ficaria responsável por isso. Mas já se passou um mês e nenhum documento foi posto a disposição para a nossa equipe”, relatou Thales.

O prefeito eleito também ressaltou o fato de todos os setores da prefeitura estarem em desacordo com o que a equipe dele acredita que seja uma transição saudável e mencionou ainda a atual situação do lixo em Cruzeiro.

“Pode-se citar a contratação da nova empresa pra coleta de lixo, que está deficitária, junto ao problema do descarte, que está sendo depositado no antigo aterro, que está interditado.”

Thales disse que durante os últimos trinta dias não houve abertura da máquina pública para que tivessem noção da real situação do município.

O prefeito eleito apontou também que está se movimentando formalmente com sua equipe para que possam junto ao Ministério Público tomar medidas concretas, devido ao fato de não haver, no momento, investiduras e nem legitimidade para que seja feito algo agora, já que seu mandato só se iniciará em janeiro.

“O fato de não haver transição atrapalha o acesso de informações necessárias para nós, porque se ela já estivesse acontecendo, estaríamos promovendo ações a fim de que o futuro governo já pudesse estar preparado para resolver futuros problemas para o ano que vem, mas isso tudo não significa que a nova administração não saiba o que irá fazer a partir de 2 de janeiro”

Com relação ao edital publicado sobre a gestão da Santa Casa, Thales afirmou que a legalidade do mesmo está em aguardo e que a Câmara protocolou nessa manhã uma audiência pública para que seja tratado sobre o assunto.
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.