Pescador de 56 anos morre após barco virar em Ubatuba

Outro pescador ficou ferido e foi levado para a Santa Casa. Previsão é de mar agitado por causa de ressaca no litoral norte de SP neste fim de semana

29 ABR 2017   |   Por Jornalismo  |   20:34
Foto: Foto: Reprodução/TV Vanguarda
Pescador de 56 anos morre após barco virar em Ubatuba
Local onde a embarcação foi atignida por uma onda

Um pescador de 56 anos morreu e outro de 61 anos ficou ferido após o barco de madeira em que eles estavam virar na manhã deste sábado (29) na região de Ponta Grossa, que fica entre as praias do Cedro e Vermelha do Centro, em Ubatuba.

De acordo com o Grupamento de Bombeiros Marítimo do Corpo de Bombeiros (Gbmar), o barco de seis metros, considerado pequeno porte, partiu após ser atingido por uma grande onda que por volta das 10h30.

“Os dois homens caíram na água e ficaram agarrados em um único colete salva-vidas. Uma embarcação estava passando pelo local e conseguiu socorrer os dois”, contou o capitão João Batista Rapaci, dos bombeiros.

Já na embarcação, o pescador começou a passar mal e quando chegou na costa, foi socorrido pelo Samu, mas já estava sem vida. Segundo o IML, ele morreu por afogamento.

A outra vítima teve um corte na testa e foi levado para a Santa Casa da cidade. Ele passa bem.

O homem que morreu é morador de Ubatuba, do bairro Itaguá, e tinha ido com o mesmo colega ao local do acidente também nesta sexta (28). Na ocasião eles pescaram 40 quilos de peixe.

Alerta - O mar está agitado por causa de uma ressaca prevista para o fim de semana no litoral norte de São Paulo e que causou ondas de até 4 metros, segundo o Centro de Previsão do Tempo e Estudos Climáticos (Cptec).

Nesta sexta-feira (28) os bombeiros emitiram um alerta para o risco de ressaca no litoral norte de São Paulo entre sábado (29) e 1º de maio. A intenção era pedir para os banhistas procurarem praias mais calmas e que pequenas embarcações evitassem o mar, pois poderiam virar mais facilmente.

No domingo e segunda-feira, as ondas devem chegar a 1,5 metro, com intervalos entre 12 e 20 segundos entre elas. O período considerado longo entre as ondas fará com que a ondulação se desloque com mais energia em direção à costa, criando correnteza.


(Fonte: G1 / Vale do Paraíba)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.