Faculdade de Medicina de São José terá vestibular ainda este ano

Anhembi Morumbi será instalada em uma área próxima ao Anel Viário e pretende iniciar a sua primeira turma no começo do ano que vem

13 ABR 2017   |   Por Jornalismo  |   15:18
Foto: Rogério Marques / O VALE
Faculdade de Medicina de São José terá vestibular ainda este ano
Anhembi Morumbi, pretende iniciar primeira turma de medicina em 2018

A Anhembi Morumbi, instituição de ensino escolhida pelo Ministério da Educação para implantar e gerir a primeira faculdade de medicina de São José dos Campos, vai abrir no último trimestre desse ano as inscrições para o vestibular da unidade. A previsão é que o curso comece já em 2018, com uma turma de 100 alunos.

A Escola de Ciências da Saúde vai funcionar em uma área de 12 mil metros quadrados entre o anel viário e a marginal da Dutra, na Avenida Benedito Matarazzo. O valor do investimento não foi divulgado.

Os diretores da Anhembi Morumbi estiveram ontem em São José para reunião com o vice-prefeito, Ricardo Nakagawa (PMDB). Esse foi o segundo encontro com a equipe de Felicio Ramuth (PSDB). “Existem momentos que os alunos precisam ir a campo, sair da teoria e ir à prática. É muito comum os cursos de saúde terem convênios com a rede pública”, afirmou Eduardo Araújo, o diretor geral da Anhembi Morumbi.

As obras para construção da faculdade já começaram. A data exata para a realização do vestibular ainda será definida pela instituição. Além das 100 vagas iniciais, outras nove vagas serão disponibilizadas para o sistema Prouni. A primeira turma de medicina deve iniciar o curso no primeiro semestre de 2018. A intenção é oferecer outros cursos na unidade, como fisioterapia e enfermagem.

Sobre a área para a implantação da faculdade, o diretor explicou que outros espaços foram visitados, mas que a localização e o adensamento da região foram determinantes para a escolha do terreno. A cúpula da Anhembi Morumbi também quer formar todo o corpo docente da faculdade com profissionais da cidade. “Estamos fazendo um levantamento de currículos sempre priorizando os recursos da cidade”, disse Araújo.

Contrapartida. Pelas regras do MEC, a Anhembi Morumbi terá que fazer um investimento na cidade como contrapartida, em seis anos, cujo valor será proporcional ao número de vagas e do preço da mensalidade, que não foi divulgado.

 

Em vez de uma, cidade pode ter dois cursos de medicina

A Faculdade de Ciências Médicas de São José dos Campos, que é administrada pelo grupo Suprema, de Juiz de Fora (MG), conseguiu parecer favorável do Ministério da Educação para também implantar um curso de medicina no município. O grupo está instalado na cidade desde 2012 e ocupa uma área de 4.500 metros quadrados na região leste, nas antigas instalações da Tecnasa. O projeto do grupo só não naufragou graças ao parecer favorável do MEC.

A pasta considerou o fato de que a Suprema começou os investimentos antes das mudanças nas regras de autorização de novos cursos superiores no Brasil, que ocorreram em meados de 2013.

“A análise da SERES (Secretaria de Regulação e Supervisão da Educação Superior) foi concluída e o parecer satisfatório foi encaminhado ao Conselho Nacional de Educação (CNE), que já analisou o processo também com parecer favorável”, informou o ministério, por meio de nota.
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.