Médico diz como prevenir o desenvolvimento de câncer

Oncologista dá alertas e cita mitos e verdades sobre a doença

08 ABR 2017   |   Por Jornalismo  |   10:05
Foto: Divulgação

Neste sábado (8) é o Dia Mundial de Combate ao Câncer, data que tem por objetivo alertar a população mundial sobre a necessidade de prevenção da doença.

O maior número de casos no Brasil em 2016, segundo dados do Ministério da Saúde, são os de câncer de próstata, pulmão  e intestino grosso, entre os homens;  e de mama, intestino grosso e cólon de útero, entre as mulheres.

Por ironia, a incidência de casos vem crescendo entre os brasileiros na proporção em que a expectativa de vida também avança no Brasil, devido aos avanços da medicina e da erradicação de algumas doenças, antes responsáveis por um grande número  de vítimas, como a tuberculose.

Vida saudável, alimentação adequada, prática regular de exercícios físicos e exames preventivos regulares, estão entre as recomendações do oncologista Elias Abdo, do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo (ICESP), para a prevenção do câncer.

A prevenção do câncer, segundo o oncologista, requer cuidados com a alimentação, como uma dieta equilibrada, com consumo de frutas, legumes e verduras.

O sobrepeso pode ser um fator de risco. Manter o peso corporal adequado é importante para evitar o câncer. Entre os tipos de câncer que podem estar relacionados com esse fator estão o de útero, de mama e de intestinos.

Pratique exercícios físicos pelo menos três vezes por semana, 30 minutos a cada sessão. Vale levar o cachorro para passear, abandonar o elevador e dar prioridade para as escadas, descer do ônibus um ponto antes ou sair do táxi um quadra antes de chegar em casa.

As mães devem insistir na amamentação dos bebês, é bom para os filhos e para a mulher, já que amamentar ajuda a prevenir o câncer de mama.

Mulheres na faixa etária dos 25 aos 64 anos devem fazer exames regulares de papanicolau e de rastreamento, recomendados pelas campanhas de prevenção do câncer de mama.

Reduza o consumo de bebidas alcoólicas (o melhor é não consumir) e pare de fumar . A combinação entre álcool e cigarro – que tem 4,7 mil substâncias tóxicas e cancerígenas – é a pior possível. Ela é a principal causa de alguns tipos de câncer como de pulmão, esôfago e bexiga.

Cuidados com a exposição ao sol, principalmente no horário entre as 10 e 16 horas,  use sempre o  protetor solar e sempre que possível procure se proteger na sombra.

Crianças e adolescentes entre 9 a 16 anos devem tomar a vacina contra o HPV  na rede de pública de saúde.

Mitos e verdades- Com mais incidência entre os adultos, o câncer atinge todas as faixas etárias. O tipos mais frequentes de câncer infantil são de leucemia, linfomas e alguns tipos de sarcomas.

Ao contrário do que se pensa, o câncer não é hereditário, a maior parte dos casos (90%) está relacionada a outros fatores e somente 8% são decorrentes de herança genética.

Não há estatísticas que confirme a afirmação de que o uso excessivo do celular ou exposição a eletrodomésticos como o microondas, ou até de que passar desodorante, provoque o câncer.

O câncer não é contagioso, embora os vírus do hepatite B e C possam ser contraídos pelo compartilhamento de seringas entre dependentes químicos ou por sexo sem proteção, e do HPV, por relação sexual sem camisinha.

 

(Fonte: Portal Governo do Estado de São Paulo)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.