Estado impõe rodízio para alunos de escola destelhada por chuva em Jacareí

Cobertura da escola Darci Lopes foi danificada em 14 de março. Local ainda passa por reparos; salas seguem interditadas. Alunos não têm aula todos os dias.

04 ABR 2017   |   Por Jornalismo  |   16:51

Estado impõe rodízio para alunos de escola destelhada por chuva em Jacareí
G1/Reportagem

Alunos de uma escola da rede estadual em Jacareí (SP), que teve o telhado destruído por uma chuva em março, estão tendo aulas em sistema de rodízio. Com parcela das salas ainda interditadas pelo problema na cobertura, que passa por reforma, os estudantes tiveram o calendário letivo alterado. A previsão é que a situação seja normalizada em 10 dias.

Nesta terça-feira (4), a escola Darci Lopes, no Jardim Paraíso, tem aulas para o 6º e 9º ano, além do 3º ano do ensino médio. Os estudantes do 7º e 8º ano e 1º e 2º ano do ensino médio terão aulas na quarta (5).

Os pais reclamam do rodízio de turmas, realizado durante os reparos da escola. "Nesta semana meu filho teve aula na segunda, vai ter na quarta e sexta-feira. Na semana passada foi na terça e quinta. Agora tem que ligar na escola para saber que dia tem aula. Tem que resolver essa situação o mais rápido possível, a criança precisa estar na escola, ficar na rua é ruim", disse Marcelo Gomes Martins.

A escola ficou destelhada depois de uma forte chuva que atingiu Jacareí no dia 14. As telhas de alumínio ficaram retorcidas e, na época, as aulas foram suspensas na unidade. A promessa era de que as aulas voltariam ao normal em março.

 

Outro lado

 

A dirigente de ensino de Jacareí, Ana Claudia Maia, explicou que as salas da escola estão sendo liberadas a medida que as obras ficam prontas. Sete salas estão liberadas atualmente.

Ela informou que o revezamento foi a solução temporária encontrada para comportar todos os alunos da escola em aulas. A previsão é que a obra seja concluída e as aulas voltem ao normal em 10 dias.

"A medida que for arrumando a cobertura, vamos liberando mais salas. Sobre a reposição, os pais vão participar desta decisão, vamos elaborar um plano de reposição, que deve começar a partir de maio, sem prejuízo aos alunos", garantiu.

 

(Fonte: G1 Vale do Paraíba)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.