São Paulo confirma seis mortes por febre amarela silvestre no estado

A suspeita é de que essas pessoas estiveram em Minas Gerais, onde ocorre um grave surto da doença

24 JAN 2017   |   Por Jornalismo  |   07:54

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo informou, nesta segunda-feira (23), que seis pessoas já morreram de febre amarela silvestre no estado. Em todo o ano passado, foram registradas duas mortes pela doença. 

A suspeita é de que essas pessoas estiveram em Minas Gerais, onde ocorre um grave surto da doença. Já existe a confirmação disso em um óbito registrado em Santana de Parnaíba, na Grande São Paulo.

Duas mortes foram confirmadas como autóctones – ou seja, as pessoas contraíram, a doença em suas próprias cidades – em Batatais e Américo Brasiliense, localizadas no interior paulista.

Ainda de acordo com a Secretaria, o Ministério da Saúde já enviou, neste mês, mais quatrocentas mil doses de vacina contra febre; além das 1,7 milhão de doses enviadas no último semestre do ano passado para o estado.
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.