Moradores de Santa Branca relatam madrugada de terror durante assalto

Quadrilha explodiu 2 agências, disparou tiros e ateou fogo em carros

04 JUN 2018   |   Por Jornalismo  |   08:25
Foto: Ocorrência 24h
Moradores de Santa Branca relatam madrugada de terror durante assalto
Bandidos atearam fogo em carros para bloquear a rodovia Nilo Máximo

Moradores de Santa Branca viveram momentos de terror na madrugada deste domingo (3) durante um assalto a duas agências bancárias no centro da cidade, que tem cerca de 14.500 habitantes.  Os bandidos chegaram atirando, explodiram dois bancos e atearam fogo em carros para evitar a passagem da polícia. 

A ação aconteceu por volta das 3h30 e durou cerca de 30 minutos. Até o início da tarde, nenhum suspeito tinha sido preso.

Segundo a Polícia Militar, os criminosos chegaram em vários carros e atacaram simultaneamente as agências do Banco do Brasil e do Santander.  Os bandidos atiraram para o alto para manter afastados a polícia e os curiosos, assustando os moradores da cidade.

"Acordei por volta das 3h30 da manhã achando que eram fogos. Durou por volta de meia hora, muito barulho de bombas e tiros. Os assaltante ainda andaram por algumas ruas da cidade atirando nos postes de luz, havia muita gritaria e barulho estrondoso", disse a educadora D. M., que mora no centro da cidade, a cerca de cinco minutos dos bancos.  Ela afirma que toda a família ficou assustada.  "Na minha casa ainda estamos sem dormir", disse.

Ela disse lembrar que bancos da cidade foram alvo de explosão, mas não os bandidos não agiram com tanto terror.  "Dessa vez foi muito tiro mesmo, muito barulho, deixou todo mundo muito assustado."

Alguns ficaram com medo de terem a casa invadida e virarem reféns. "Meu medo era a polícia chegar e eles entrarem em casa para pegar refém, não havia mais ninguém na rua naquela hora. Só ficamos tranquilos quando foram embora.  Foi tenso", disse um morador que pediu para não ser identificado.

 A moradora K. M., que mora perto da região central e gravou um vídeo da janela da casa dela (veja imagens acima), disse que Santa Branca viveu uma madrugada de terror. 

"Acordei com meu filho me chamando desesperado, dizendo que estava acontecendo alguma coisa na cidade. Foi horrível, muitos gritos e tiros. Parecia uma guerra mundial", disse. "Quando percebemos que era assalto, ficamos muito assustados. Nunca tinha visto ou ouvido tantos tiros e explosões", acrescentou.

O assalto

A quadrilha invadiu a cidade fortemente armada, alguns bandidos estariam usando fuzis.  Durante a ação, os criminosos queimaram pelo menos quatro carros na ponte da rodovia Nilo Máximo, no acesso a Jacareí, para dificultar a passagem da polícia. Eles também atearam fogo a um bambuzal, à margem do acesso a Salesópolis, com o mesmo objetivo.

No Banco do Brasil, na rua Independência, os bandidos explodiram caixas eletrônicos e o cofre, mas o valor roubado não foi informado. Um explosivo deixado pelos criminosos no local foi resgatado e detonado por policiais do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da PM.

No Santander,  na Praça Ajudante Braga, os assaltantes explodiram os caixas, mas não conseguiram acesso ao dinheiro. Os dois bancos ficaram destruídos.

Só este ano, ao menos 12 agências foram atacadas com explosivos na RMVale. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública, os roubos a banco estão em queda no Estado. Foram registrados pela SSP 16 casos de janeiro a abril deste ano, contra 44 no mesmo período do ano passado.

Com informações Estadão Conteúdo.
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.