Homem de 39 anos morre com suspeita de febre amarela em São José

Ele, que foi sepultado nesta terça-feira (3), não tinha sido imunizado contra a doença. Família acusa negligência no atendimento na UPA; prefeitura descarta.

04 ABR 2018   |   Por Jornalismo  |   09:00
Foto: Arquivo Pessoal
Homem de 39 anos morre com suspeita de febre amarela em São José
Homem morre com suspeita de febre amarela em São José

m homem de 39 anos morreu na noite desta segunda-feira (2) por suspeita de febre amarela em São José dos Campos (SP). A vítima, Jarede Machado Lima, era morador do distrito de São Francisco Xavier e estava internado desde o último domingo (1º) no Hospital da Vila Industrial. Se confirmada a causa do óbito, será a quarta morte causada pela doença contabilizada pelo município neste ano.

A morte do morador é investigada pela Vigilância Epidemiológica, que coletou material do homem e enviou para análise no Instituto Adolfo Lutz, em São Paulo. Jaree não tinha sido imunizado contra a febre amarela. A família dele acusa suposta negligência médica. A prefeitura nega. (leia mais abaixo)

Adiel Machado, irmão de Jarede, contou que ele apresentou os sintomas da doença na última semana e procurou por três vezes uma unidade de saúde do bairro. Ele foi liberado após os atendimentos, sem o dignóstico de febre amarela. "Ele estava com febre, dor de cabeça e dor no corpo, mas ninguém pediu exame de sangue ou internação", disse Adiel.

Segundo o irmão de Jarede, na primeira vez, os médicos teriam dito que o irmão estava com uma infecção na garganta, aplicaram uma injeção e o liberaram; na segunda, aplicaram soro e na terceira teriam suspeitado de hepatite ou febre amarela, mas solicitaram apenas um exame de urina.

Após os três atendimentos, ele ainda foi ao Hospital da Vila Industrial, mas também foi liberado. No domingo ele procurou novamente a unidade e foi internado "Ele já estava muito mal", contou Adiel.

A Prefeitura confirmou que Jarede buscou atendimento na UPA de São Francisco na semana passada, e que foi internado no domingo e disse que o quadro clínico dele evoluiu rapidamente.

Sobre a liberação do paciente nos atendimentos, a Prefeitura avalia que o protocolo de atendimento foi adequado, porque ele apresentava sintomas inespecíficos - ou seja, que podem ser atribuídos também a outras doenças. "No início você não pensa em febre amarela, são sintomas como os de qualquer resfriado", disse a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Tereza Cardozo.

O corpo de Jarede foi enterrado no início da tarde desta terça no Cemitério Horto São Dimas, em São José.

 

Vacinação

 

A Prefeitura estima que mais de 460 mil pessoas estejam imunizadas contra a febre amarela no município, cerca de 70% do público alvo. A vacinação continua normalmente nas 40 unidades básicas de saúde do município, das 9h às 15h.

A orientação é que a população continue se vacinando, já que o vírus está circulando na área de mata da região norte de São José. Os três óbitos autóctones são de moradores de São Francisco e Bonsucesso. Segundo a Vigilância Epidemiológica, nenhum deles foi vacinado.

Fonte: G1
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.