Carnaval de rua foi um sucesso em Marmelópolis MG

A cidade teve um alcance muito grande em relação a público

19 FEV 2018   |   Por Jornalismo  |   08:40
Foto: Ronaldo Junior Fotografia
Carnaval de rua foi um sucesso em Marmelópolis MG
Divulgação

O carnaval é uma tradição muito popular em todas as regiões do Brasil. Em algumas cidades não aconteceu, mas no interior de Minas Gerais uma cidade chamada Marmelópolis contou com quatro dias de folia. Porém, no segundo dia de carnaval a cidade apresentou um número muito grande em relação a público.

O município tem a característica de carnaval de rua, a tradição da bandinha da cidade. E desde sempre as pessoas animam para o carnaval. É um carnaval família em que crianças, idosos e jovens saem na rua sem nenhuma confusão. E mesmo com toda a tranquilidade o prefeito Camilo Ribeiro reforçou a segurança para que pudessem se divertir ainda mais.

O tema Marmelópolis na rota da estrada real “ do ouro de Outrora as Riquezas de Agora” representam a herança da cidade. É uma estrada criada pela coroa portuguesa para levar o ouro extraído de minas até Parati. E depois de Parati ao Rio de Janeiro e aí em diante para a Europa.

De acordo com o animador cultural Juliano José da Silva o tema colocou Marmelópolis nessa rota da estrada real. Falar um pouco da estação do ouro que aconteceu na cidade. E falar das riquezas que são as crianças, que é o cultivo quase que simbólico ainda do marmelo que se faz na cidade para que não acabe. Da produção desse doce, da marmelada, das festas que vieram com o sincretismo dos europeus, dos africanos e dos indígenas. Por esse motivo, apresentaram a folia de reis como expressão cultural e religiosa dessas festas.

“Nós estamos em uma rota turística privilegiada. Nós somos naturalmente privilegiados com a nossa topografia, com a serra da Mantiqueira, com as nossas cachoeiras. O tema desse ano foi trazer tudo isso para que as pessoas consigam refletir mais, se apoderem e vão fazendo também uma criação cultural de tudo isso que a gente tem ao nosso dispor, na nossa história e na nossa comunidade”, relata o animador cultural Juliano José da Silva.

No desfile os garimpeiros, uma tropa de burros e mulas levando esse ouro que para eles hoje é o marmelo. Também levando um pouquinho da cultura musical da cidade. As primeiras famílias que habitaram, formaram uma pequena bandinha, pequena orquestra para animar os bailes e festas. Buscam manter viva essa memória, essa tradição de festejar e celebrar como uma grande família pois Marmelópolis é uma grande família.

Para o animador cultural muitos expectadores estavam aguardando ansiosos e assim que passou o desfile. O povão foi todo atrás e a rua estava tomada de foliões. Desses foliões, famílias, crianças e idosos. Todo mundo para prestigiar. Não foi uma surpresa porque eles vêm percebendo um crescimento nessa quantidade de pessoas. Embora, tenha superado o ano passado e nenhuma intercorrência atrapalhou o evento.

E esperam para o próximo ano que consigam agregar ainda mais pessoas da comunidade, atores da comunidade que possam se envolver e multiplicar a ideia da construção cultural. Dessa memória que precisa ficar viva para que a identidade fique viva e também contando sempre com ajuda do prefeito que fica à disposição para que o evento aconteça e traga bons frutos.
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.