Rapper de Guaratinguetá vende mais de 12 mil CDs peregrinando em cidades do Brasil e Chile

Além do Chile, mais de 100 cidades brasileiras foram visitadas pelo rapper, que também chegou a Buenos Aires, na Argentina.

22 JAN 2018   |   Por Jornalismo  |   08:57
Foto: Daniel Santos
Rapper de Guaratinguetá vende mais de 12 mil CDs peregrinando em cidades do Brasil e Chile
Enidê peregrinou seis cidades Chilenas, além da capital Santiago.

Um rapper de Guaratinguetá (SP) vendeu mais de 12 mil CDs de músicas autorais ao peregrinar cidades do Brasil e até de outros países da América do Sul, como Chile e Argentina.

Luiz Fernando da Costa Ribeiro, mais conhecido como Enidê, tem 29 anos e peregrinou mais de 100 cidades entre os estados de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Santa Catarina. Além do Brasil, Enidê visitou a capital argentina Buenos Aires e cidades chilenas, como Rengo, Valparaíso, Viña del Mar, Nancagua, Rancagua e a capital Santiago.

“De 2013 pra cá, rodando várias cidades, foram mais de 12 mil cópias. Com a peregrinação pelo Chile, em setembro de 2016, surgiu o videoclipe Bonanza, que retrata a vivência que tive fora do país, de criar a música e andar por aí”, explicou Enidê.

A ideia de viajar mundo a fora veio graças ao skate, meio em que o rapper utilizava para conhecer outras cidades do Vale do Paraíba. “Usei dessa filosofia para levar minha música as pessoas. Essa filosofia me fez crescer como pessoa, como profissional e também no lado espiritual”, disse.

No Chile, cada cópia de CD era vendida pelo equivalente a R$ 5. Todo dinheiro arrecadado foi suficiente para se manter no país. Enidê chegou a dormir em casas coletivas, hostel, rodoviárias e em residências de pessoas recém-conhecidas, conforme o tempo.

“Eu notei que pedir uma contribuição espontânea era melhor do que estipular um preço. A partir disso comecei a vender mais. Graças a Deus nunca passei fome, pelo contrário, a peregrinação ajudou a aperfeiçoar meu espanhol”, afirmou Enidê.

O rapper também realizou trabalhos sociais com crianças e jovens do bairro Campos de São José, zona leste de São José dos Campos. Além disso, 18 crianças e jovens de Caçapava puderam aprender, em oficinas, como elaborar rimas para as "batalhas de rap" - evento do gênero em que uma pessoa rima contra a outra.

(Fonte: G1)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.