Casa é interditada após deslizamento de terra em Campos do Jordão; chuva deixa cidade em estado de atenção

Moradores foram retirados da casa e estão desalojados. Em São José dos Campos, cinco famílias foram desalojadas em áreas de risco e Ubatuba está em alerta.

09 JAN 2018   |   Por Jornalismo  |   10:08
Foto: Divulgação/Prefeitura de Campos do Jordão
Casa é interditada após deslizamento de terra em Campos do Jordão; chuva deixa cidade em estado de atenção
Deslizamento levou casa em Campos do Jordão

A chuva dos últimos dias colocou Campos do Jordão em estado de atenção. Segundo a prefeitura, chove desde sábado na cidade e uma casa precisou ser interditada depois de um deslizamento na Vila Albertina nesta segunda-feira (8). Ninguém ficou ferido.

Nos últimos três dias, a cidade registrou acumulado de 133,4 milímetros na região do Capivari e 138 na área do bairro Brancas Nuvens. Foram atendidas 21 ocorrências entre deslizamentos e quedas de árvores.

O caso mais grave é de uma casa que precisou ser interditada na Vila Albertina. O imóvel fica em uma área de morro e a Defesa Civil foi acionada depois que os moradores relataram ter ouvido estalos.

O moradores foram retirados do local e, após a desocupação, houve um deslizamento de terra e o imóvel parou quando atingiu outra construção. Ninguém ficou ferido e a família foi encaminhada para a casa de parentes.

Campos do Jordão está em estado de atenção e a previsão é de que a chuva continue até o fim de semana na cidade.

“A chuva e o volume não são atípicos nessa época do ano. Isso porque o verão traz uma zona de convergência, que é um sistema que intensifica a incidência de chuva. A tendência é que siga, ainda que com pequenas tréguas, até março”, explicou o meteorologista Bruno Miranda, do Cptec/Inpe.

O Cptec ainda informou que a previsão é de que haja redução no volume de chuva na quarta-feira (10) e quinta-feira (11), mas volta a ser intensa no fim de semana. O maior volume deve se concentrar nas cidades próximas a serra.

 

Chuva na região

 

Em São José dos Campos, cinco famílias foram para a casa de parentes depois que três imóveis tiveram de ser interditados por cauda das chuvas no bairro Vila Guarani. Ninguém ficou ferido.

Já em São Luiz do Paraitinga, o rio que corta a cidade está 1,8 metro acima do nível normal. Segundo a Defesa Civil, a cidade registrou acumulado de 52 milímetros nas últimas 24 horas e a cheia do rio atingiu as ruas próximas à margem. Apesar disso, nenhuma casa foi atingida.

Ubatuba está em estado de atenção por causa do volume de chuva. A região da Itamambuca é a maior índice de chuva, foram 114 milímetros nos últimos três dias.

(Fonte: G1)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.