Após contracenar com Paolla Oliveira em 'Força do Querer', Kalindra estreia no UFC

A atleta, que contracenou com Paolla Oliveira, em 'A Força do Querer', é a primeira mulher a representar o Vale do Paraíba no UFC. Luta é neste sábado, 7, no card principal do UFC 216

06 OUT 2017   |   Por Jornalismo  |   13:19
Foto: Arquivo Pessoal
Após contracenar com Paolla Oliveira em 'Força do Querer', Kalindra estreia no UFC
Após contracenar com Paolla Oliveira em 'Força do Querer', Kalindra estreia no UFC

Da novela 'Força do Querer' para o UFC 216, em Las Vagas, nos Estados Unidos. A lutadora Kalindra Faria, 31 anos, de Taubaté-SP, estreia no Ultimate neste sábado, 7, contra a italiana Mara Romero Borella pelo card principal da competição no peso mosca (-57kg). É a primeira vez que uma mulher do Vale do Paraíba compete pelo UFC.

A atleta afirma que pensou em desistir da carreira em 2017 pela falta de patrocícios e verbas, mas deu a volta por cima. Neste ano, ganhou visibilidade nacional ao contracenar com Paolla Oliveira, na novela 'A Força do Querer, e agora, quer se firmar no UFC.

- Não tive muito tempo de preparação para a luta. Recebi a notícia que o UFC tinha feito meu contrato na semana passada. Mas mesmo assim estava mantendo meus treinos regularmente. Foi uma surpresa muito boa e serviu para dar um gás na minha carreira, que quase chegou ao fim neste ano. É muito difícil viver do esporte, faltam muitas verbas - disse Kalindra, por telefone.

Em junho deste ano, no entanto, a guinada na carreira de Kalindra veio de forma inusitada. Ela foi convidada para um dos episódios da novela ' A Força do Querer', que vai ao ar na Rede Globo. No tatame, ela enfrentou Jeiza (que além de policial, é lutadora de MMA), interpretada pela atriz Paolla Oliveira. O episódio foi veiculado em junho e deu gás para que ela retomasse a busca pelo sonho de atuar no UFC, recompensa colhida nesta semana.

- No Brasil, sou bastante conhecida. Era a número um da época e foi assim que a produção da equipe da Jeiza (Paola Oliveira) entrou em contato comigo. Participei de algumas cenas da novela e foram momentos incríveis. Foi muito legal e fico feliz em saber que uma novela com essa fama mostra a realidade da luta feminina em nosso país - contou a atleta.

E sobre contracenar com uma grande atriz?

- A Paolla é muito simpática e foi uma experiência muito boa. A repercussão foi muito boa. 'Bati' na Paola, mas faltou um pouco para vencer - brincou Kalindra.

 

Um longo caminho

 

Da infância difícil a superação na carreira, Kalindra já passou por muitas barreiras. Chegar ao UFC foi um caminho trilhado com muito esforço e apoio da família, que a incentivou nos momentos que a atleta pensou em desistir da profissão.

- Precisei persistir muito na minha carreira. Não tinha apoio nenhum de patrocínios e faltavam verbas. Até ter um pouco de fama, como a minha participação na novela, lutei muito. Pago aluguel, ia aos treinos de bicicleta e só ganhei um carro graças ao meu pai que me presenteou. Só não desisti em 2017 por causa da minha participação na novela e de boas lutas que surgiram. Hoje, acho que vou conseguir comprar uma casa e dar uma vida melhor para minha família. - relatou Kalindra.

(Fonte: G1)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.