'Grito dos Excluídos' faz apelo por direitos e democracia na basílica em Aparecida, SP

Movimento é promovido pela Romaria dos Trabalhadores, que faz mobilização todos os anos, no dia da Independência, no Santuário Nacional .

08 09 2017   |   Por Jornalismo  |   09:36
Foto: Divulgação
'Grito dos Excluídos' faz apelo por direitos e democracia na basílica em Aparecida, SP
Movimento neste ano lembra a luta por direitos e democracia

O feriado de 7 de setembro foi marcado pelo tradicional Grito dos Excluídos no Santuário Nacional de Aparecida - maior templo católico do país. O movimento, promovido pela romaria dos trabalhadores, fez um apelo por direitos e democracia.

A programação do grito e da romaria teve início às 6h30 no Porto Itaguassú, local do encontro da imagem de Nossa Senhora Aparecida.

O principal ato da manifestação ocorreu por volta das 10h na Tribuna Bento 16, no pátio da basílica. Às 11h, uma missa no altar central foi presidida por Dom Reginaldo Andrietta, bispo de Jales (SP) – ele é referência na Pastoral Operária.

Essa é a 23ª edição do evento em Aparecida, que reuniu trabalhadores de várias partes do país.

(Fonte: G1)
















Classificados

Newsletter

Cadastre seu email e receba nossos informativos e promoções de nossos parceiros.